Tempo Bravo

by Vacilant

/
  • Streaming + Download

    Includes high-quality download in MP3, FLAC and more. Paying supporters also get unlimited streaming via the free Bandcamp app.
    Purchasable with gift card

      name your price

     

1.
Tempo Bravo 05:48
Já amanheceu e eu já não sei do amanhã. Será que eu já acordei e vou sonhar bem melhor? Já se foi, sem sinais. Onde eu vou desaguar? Hoje eu vou desbravar quem eu sou sem teu mar. (EN) it's already dawn and I no longer know of the tomorrow. Did I already woke up and will I dream much better? It is gone, no signs. Where do I go pour? Today I'll go open up who I am without your sea.
2.
Sangradouro 06:02
Foi quando o fio da navalha apontou em aço a pele do pescoço afundou o ponto um vale e deslizou o corte para abrir caminho Com a carne abraçada ao gume rompeu represa (como em brincadeira de criança se explodem bexigas d'água) Desatou a veia esparramou em ferrugem e sal o sangue água viva em tuas mãos (EN) That's when the razor's edge pointed the skin of the neck in steel sunk the point a valley and slipped the cut to open path With the flesh hugged to the edge broke dam (as water balloons explode in child's play) untied the vein spread in rust and salt the blood jellyfish in your hands
3.
4.
5.
Quando minha sintonia estiver perdida no mar dos descontratados Alguém vai ficar torcendo para que eu morra logo E volte digitalizado Di-di-gem-sim-ti-telé apenas eu e minha imagem roubada Di-di-gem-sim-ti-telé a visão A minha visão não vê nada (EN) When my tune is lost in the sea of uncontracted Someone will be rooting for me to die soon And come back digitized Di-di-gem-sim-ti-telé just me and my stolen image Di-di-gem-sim-ti-telé the vision my vision doesn't see anything
6.
Corredeira 03:38

about

Tempo Bravo – Vacilant (2021)

Vacilant é Yuri Costa (voz, guitarras, baixo, synths, drum machines), Clau Aniz (voz, clarinete), Felipe Couto (voz, synth), Taís Monteiro (voz, artes visuais) e Tuan Fernandes (voz, guitarra) criando sons, imagens e palavras. Em 2021, a Vacilant se reúne e empreende uma investigação do tempo em som e imagem. O álbum-visual Tempo Bravo (2021) surge após um longo processo, intermediado pela participação no laboratório de música do Porto Iracema das Artes com a tutoria da artista multi-instrumentista Maria Beraldo ao projeto, auxiliando nas divagações estéticas acerca das músicas.

Ao longo da estadia no laboratório, a pesquisa do grupo desaguou nas seis músicas apresentadas em Tempo Bravo (2021), também foi desenvolvido as artes visuais que compõem capa e contracapa além de um média-metragem produzido e finalizado por Tuan Fernandes e Taís Monteiro junto a participações de outra(o)s artistas visuais: Benia, Insira e Johann.

Tempo Bravo é, também, a primeira música. Seguida de Sangradouro, Serviços Essenciais, Sopa de Ossada, Minha Imagem Roubada (música de Cidadão Instigado) e Corredeira. Ess(t)a é a ordem. Investigar a ressonância do tempo em nossos corpos e mentes. Poderíamos estender, dilatar, ressonar, demorar, retomar, destruir e reconstruir. Não em truque sonoro e imagético, mas em experiência dividida.

Tempo Bravo (2021) é a experiência de dividir o processo que nos levou a testar que o passado, o presente e o futuro se misturam em um referente só que é existir. Lançado pela Mercúrio Música (CE), o som é eletrônico, fortalezense e experimental, buscando contrastes rítmicos e melódicos que atravessam as perspectivas de tempo em uma experiência condensada em aproximadamente trinta minutos.

Em 2017, o grupo lança o primeiro trabalho ‘Vacilant EP’ e em 2018, o álbum ‘Só me faça esquecer das coisas’. Esses dois trabalhos tinham em sua formação Taís Monteiro (Imagem) e Yuri Costa (som), sempre contando com diversas participações. Sendo assim, o atual trabalho é o primeiro lançamento com a atual formação que surge de maneira orgânica a partir de 2018, já se destacando na cena Fortalezense participando de festivais relevantes como ‘Maloca Dragão’ e da programação do ‘TAC (temporada de arte cearense)’. No final de 2020 a Vacilant ingressa no Laboratório de Música promovido pela Escola Porto Iracema das Artes, projeto aprovado por corpo de jurados que contou com a presença de Juçara Marçal (Metá Metá), Juliano Holanda (Orquestra Contemporânea de Olinda) e Mônica Agena (Moxine).

-

(EN)

Vacilant is Yuri Costa (vocals, guitars, bass, synths, drum machines), Clau Aniz (vocals, clarinet), Felipe Couto (vocals, synth), Taís Monteiro (vocals, visual arts) and Tuan Fernandes (vocals, guitar) creating sounds, images and words. In 2021, Vacilant gets together and undertakes an investigation of time in sound and image. The visual-album Tempo Bravo (2021) comes after a long process, mediated by their time at The Music Laboratory of the Brazilian arts’ school Porto Iracema das Artes with the mentorship of the multi-instrumentalist artist Maria Beraldo (Quartabê) to the project, guiding the band through their aesthetics brainstorms about the songs.

During their residence in the laboratory, the group's research flowed into the six songs presented in Tempo Bravo (2021), the visual arts that compose the cover and back cover were also developed, as well as a medium-length film produced and finished by Tuan Fernandes and Taís Monteiro together featuring other visual artists: Benia, Insira and Johann.

Tempo Bravo (‘Brave Time’) is also the first song, followed by Sangradouro (‘Spillway), Serviços Essenciais (‘Essential Services’), Sopa de Ossada (‘Bone Soup’), Minha Imagem Roubada (‘My Stolen Image’, original music by renowed band Cidadão Instigado, also from Fortaleza) and Corredeira (‘Rapids’). Investigating the resonance of time in our bodies and minds, we could extend, dilate, snore, delay, retake, destroy and rebuild, not in sound and imagery tricks, but in shared experience.

Tempo Bravo (2021) is the experience of dividing the process that led us to test that past, present and future are mixed together in a referent only: to exist. Released by Mercúrio Música (CE), the sound is electronic, ‘Fortalezense’ and experimental, seeking rhythmic and melodic contrasts that cross the perspectives of time in an experience condensed in approximately 30 minutes.

In 2017, the group releases their first work, the self-titled EP, and in 2018, the album Só me faça esquecer das coisas (‘Just make me forget about things’). These two works had in their formation Taís Monteiro (Image) and Yuri Costa (sound), always counting on several participations. Thus, the current work is the first release with the current lineup that emerges organically from 2018, already standing out in the Fortaleza scene featuring in relevant festivals such as 'Maloca Dragão' and the 'TAC (art season in Ceará' program) )'. At the end of 2020, Vacilant joins the Music Laboratory promoted by the arts school Porto Iracema das Artes, a project approved by a panel of judges that was attended by Juçara Marçal (Metá Metá), Juliano Holanda (Orquestra Contemporânea de Olinda) and Mônica Agena (Moxine).

credits

released August 27, 2021

Produzido por Clau Aniz, Tuan Fernandes, Felipe Couto e Yuri Costa

Mixado por Felipe Couto e Yuri Costa (auxiliar de mixagem), no Quintal Studio – CE

Masterizado por Klaus Sena no estúdio Índigo Azul – SP

Capa, Contracapa, Encarte por Taís Monteiro (Fotografia) e Johann Freitas (Edição)

Lançamento pelo Selo Mercúrio Música.

Agradecimentos: Escola Porto Iracema das Artes, Mona Gadelha, Maria Beraldo, Fernando Catatau, Trincheira estúdio

license

all rights reserved

tags

about

Mercúrio Música CE, Brazil

Mercúrio Música (Fortaleza, Ceará) é uma proposta de selo voltado para ações colaborativas com artistas das diversas cenas do campo musical.
A ideia passa pela gestão colaborativa de projetos diversos, dentre lançamento de álbuns, produção de shows e outras possibilidades.
Faz parte do coletivo Mercúrio - Gestão, Produção e Ações Colaborativas.
... more

contact / help

Contact Mercúrio Música

Streaming and
Download help

Report this album or account

If you like Tempo Bravo, you may also like: